Aluna do São Paulo da Cruz conquista o 1º lugar geral na Olimpíada Brasileira de Química Júnior 2016

             A qualidade do Ensino do Colégio São Paulo da Cruz comprova, mais uma vez, que a instituição é uma das melhores do Brasil. Na Olimpíada Brasileira de Química Júnior deste ano, que reuniu milhares de estudantes de todo o país, uma aluna do 9º ano ficou em 1º lugar geral na classificação. A nota de Natália Resende Soares, de 14 anos, foi 99,6 de um total de 100 pontos. Ela vai receber certificado e medalha de ouro na premiação do evento, que será realizado em 25 de novembro, em Teresina (Piauí).

            Mas não foi só ela que esteve entre os melhores. No grupo de alunos que vai receber a medalha de bronze está o estudante do 9º ano Mateus de Souza Gontijo, 14 anos. A nota dele foi 71,3 pontos.

            A Olimpíada Brasileira de Química é realizada todos os anos. Na primeira etapa os alunos fazem as provas no Colégio. Já na seletiva estadual, os candidatos realizaram os exames na UFMG. O Colégio São Paulo da Cruz teve cerca de 40 alunos nesta fase. Além dos medalhistas, outros 10 estudantes receberão certificado de participação com menção honrosa.

 

Conteúdo já estudado

            Natália, o nosso ouro, conta que nem achou os testes difíceis. “Todas as questões foram com conteúdos que eu já havia estudado no Colégio. Não tive dificuldades, mas fiquei surpresa com o resultado. Agradeço muito a Deus, minha família e a todos da escola”.

            Mateus destacou que um diferencial para as boas notas foi a facilidade que os alunos do Colégio São Paulo da Cruz tiveram para interpretar as questões. “Não é só resolver, fazer os cálculos. É preciso entender o que está sendo pedido e, nesse ponto, as aulas de Língua Portuguesa também foram importantes”, disse o nosso medalhista de bronze.

            Os pais desses alunos que participaram da Olimpíada estiveram no Colégio São Paulo da Cruz para participar de uma homenagem no dia 11 de novembro. O grupo recebeu elogios de professores, equipe de direção, coordenação e o carinho da família.

 


{gallery}/2016/obq{/gallery}

Compartilhe esse artigo

Postagens Relacionadas