BIBLIOTERAPIA: a literatura como função terapêutica. Será possível?

Você já ouviu falara em Biblioterapia? Não?! Pois os alunos do Colégio São Paulo da Cruz, sim! Não só ouviram falar, como participam de momentos de Biblioterapia, mensalmente, desde o ano passado. 📚💭💬❤️

Originalmente, como o próprio nome sugere, a Biblioterapia é uma terapia pautada na utilização dos livros como principal elemento. O primeiro registro sobre a modalidade terapêutica aconteceu há cerca de 100 anos pelo americano Samuel Mcchord Crothers.

Entretanto, no Brasil, a Biblioterapia chegou em 1975, através de um artigo de Ângela Maria Lima Ratton, bibliotecária, estudante de Psicologia e ex-professora de Biblioteconomia da Universidade Federal de Minas Gerais.

No CSPC, as ações são ministradas pela bibliotecária Marina Antonieta e a Professora Fernanda Flores, que não são terapeutas, mas buscam estimular emoções e reflexões, aliviar angústias e promover um espaço de escuta sensível e empática entre os participantes, contribuindo para o exercício de novas perspectivas sobre o outro e o mundo.

Com o apoio de textos literários, músicas, dinâmicas e espaço de fala, os momentos acontecem na biblioteca da escola e rendem preciosas manifestações dos sentimentos e as emoções ficam, normalmente, à flor da pele. São muitos os retornos positivos dessa ação, que fazem-nos acreditar no sucesso e na importância da Biblioterapia no Colégio.

Confira no vídeo o desenvolvimento da Biblioterapia com os 6º e 9º Anos do Ensino Fundamental Anos Finais.

Compartilhe esse artigo

Postagens Relacionadas