Pesquisar
Close this search box.

Tabuleiro da saúde ensina a vencer a dengue

Carta

                Os alunos do 2º ao 5º ano participaram do animado jogo tabuleiro da saúde, respondendo questões sobre a dengue, a febre chikungunya e o zika vírus. Os responsáveis pela animação foram Militani de Souza e Márcia Moreira, do Grupo Mobiliza SUS-BH da Secretaria Municipal da Saúde de Belo Horizonte. Foi escolhido um representante de cada turma e os colegas podiam ajudar a responder às perguntas. As torcidas foram para lá de animadas!

                A coordenadora pedagógica Janeth Ferreira deu as boas-vindas à dupla e explicou aos alunos que o objetivo do jogo era trazer mais informações sobre a dengue e outras doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypti. “O Colégio São Paulo da Cruz vem desenvolvendo vários projetos que ajudem seus alunos e suas famílias a se protegerem”, assinalou.

                A cada resposta correta, os representantes das turmas jogavam o dado gigante e seguiam pelo tabuleiro. Os alunos demostraram que estão bem informados sobre o ciclo reprodutivo do mosquito, os sintomas das doenças que ele provoca e os cuidados que devemos ter para evitar a sua propagação. “O importante não é ganhar o jogo, mas combater o Aedes aegypti”, ressaltou Márcia.

 

Todos contra o Aedes aegypti

 

O momento exige de todos nós um esforço conjunto para combatermos o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus. Por isso, o Colégio São Paulo da Cruz promove a campanha “Todos contra o mosquito”.

 

Foi firmada uma parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, para realização de palestras sobre medidas preventivas e distribuição de material impresso.

 

No dia 25 de abril os alunos, do 1º ao 5º ano participaram de uma palestra, no Colégio com uma agente da prefeitura de Belo Horizonte. No 11 de maio houve uma “Contação de história” para os alunos da Educação Infantil no Teatro do colégio.

 

Recomendamos às famílias a utilização, em seus(suas) filhos(as), de repelentes de longa duração, para que possam ser aplicados antes de chegar à escola. Sugerimos consultar o médico para escolher o repelente mais adequado para cada faixa etária, inclusive avaliando a duração da aplicação do repelente. 

 

{gallery}/2016/tabuleirosaude{/gallery}

Compartilhe esse artigo

Postagens Relacionadas

INGRESSOS ARRAIÁ DO CSPC

Estamos em junho! E o que todos aguardam ansiosamente neste mês? NOSSA FESTA JUNINA! 🔥🌽👒🪗🎵🌵🚩