Pesquisar
Close this search box.

Formatura do 3º ano EM misturou sorrisos e lágrimas

            A emoção e a alegria marcaram a solenidade de formatura dos alunos do 3º ano do Ensino Médio, realizada na última quarta-feira, dia 5, no Teatro do Colégio São Paulo da Cruz. Junto com seus familiares e amigos, os alunos estavam felizes por terem vencido uma importante etapa da sua vida estudantil, mas em alguns momentos derramaram lágrimas de saudades dos colegas, do Colégio e dessa página de sua história, que está sendo virada. Eles agora vão para a universidade e vários deles já foram aprovados, sem precisar fazer cursinho pré-vestibular.

            A solenidade começou com a composição da mesa de honra, composta pela coordenadora pedagógica, Elizabeth Alves da Silva, representando o diretor Geral, Carlos Cotta, que estava doente; a orientadora educacional, Romilda Nascimento; a secretária geral, Simone Aparecida Oliveira; o paraninfo da turma, Gilson Pinheiro Lima; e a professora homenageada, Ângela Maria Paula dos Santos.

            Após na execução do Hino Nacional Brasileiro, Elizabeth Alves falou aos presentes sobre a alegria do Colégio São Paulo da Cruz por estar formando mais uma turma. Agradeceu a confiança das famílias e ressaltou que os alunos estão preparados para enfrentar os desafios que surgirem na sua vida acadêmica. “Acreditamos que além das competências cognitivas, também lhes passamos valores humanos e cristãos, como ética, justiça e solidariedade”, concluiu.

Preparados para brilhar

            O paraninfo contou que seu médico e o advogado que o atende são seus ex-alunos, do Colégio São Paulo da Cruz, o que o enche de orgulho. Gilson frisou que os questionamentos e atritos que surgem no meio educacional são positivos, pois o mais perigoso é viver numa zona de conforto que pode levar à acomodação. “Vocês, formandos, estão preparados para continuar brilhando, como ocorre com vários ex-alunos do São Paulo da Cruz. Estaremos aqui torcendo e sentindo muito orgulho de vocês”, encerrou.

            Os oradores da turma, Mariana Correia e Vítor Santos, agradeceram ao Colégio, professores e funcionários pela ótima formação que receberam. Os alunos se desculparam pela imaturidade que, em alguns momentos, provocou contestações e divergências, sempre superadas. Falaram da satisfação de terem participado das comemorações dos 50 anos do Colégio e agradeceram a Deus pela importante conquista. “Hoje festejamos um momento único em nossas vidas, junto com nossos pais, que são os responsáveis diretos por isso”, comentou Vítor.

            Três alunas subiram ao palco para ofertar um buquê de rosas à professora Ângela, à qual agradeceram pelo carinho que teve com a turma. Elas também brincaram com os colegas, lembrando algumas frases e características de cada um. Um vídeo, produzido pela turma, completou o clima de descontração.

 

Direto para a universidade

            De cabeça raspada, o formando Henrique Taite Mendes, aprovado em 4º lugar no curso de Ciências Contábeis da PUC-Minas, disse estar feliz com a formatura e, ao mesmo tempo, triste por se afastar do Colégio e dos colegas. Também aprovado em Arquitetura pela Uni-BH, Michael Jordan Coutinho, falou que o Ensino Médio do Colégio foi bastante difícil e exigiu muito da turma. “Sofremos um pouquinho, mas valeu a pena, pois muitos entraram direto para a universidade”, assinalou.

            Os pais também não escondiam sua satisfação pela conquista dos filhos. Segundo Eliana Dias, mãe de Guilherme Dias, o filho entrou para o Colégio no 7º ano e sempre adorou a instituição. Ele já foi aprovado na primeira etapa do vestibular da Fundação João Pinheiro e a mãe está bastante otimista quanto à sua aprovação lá e também na UFMG, na qual ele vai tentar Engenharia Metalúrgica. “O Colégio o preparou muito bem”, elogiou.

            Hellen Barbosa foi a terceira filha de Wilson Ferreira Barbosa que se formou no Colégio São Paulo da Cruz. Para ele, que brinca ser “sócio” da instituição, a escola tem um ambiente e um nível de ensino excelentes. Feliz com a formatura da filha, o pai revela que a sensação que tem é de dever cumprido. “A maior alegria dos pais é ver os filhos se encaminhando na vida e, para isso, eles precisam estudar muito”, concluiu.


{gallery}/2012/colacao3{/gallery}

Compartilhe esse artigo

Postagens Relacionadas

INGRESSOS ARRAIÁ DO CSPC

Estamos em junho! E o que todos aguardam ansiosamente neste mês? NOSSA FESTA JUNINA! 🔥🌽👒🪗🎵🌵🚩